Vereadores da base de Eduardo Paes se irritam com decisão do prefeito

Para eles, medida não respeita promessa de que subprefeitos não seriam candidatos a vagas na Câmara Municipal

Por O Dia

Rio - Vereadores da base de Eduardo Paes estão irritadíssimos com a decisão do prefeito de não respeitar a promessa de que os subprefeitos não seriam candidatos a vagas na Câmara Municipal. Acham que serão prejudicados com a concorrência.

Um dos mais irritados é Jimmy Pereira, que teme perder votos para o subprefeito da Ilha, Nelson Miraldi. Tem ameaçado até não apoiar Pedro Paulo Teixeira, pré-candidato a prefeito pelo PMDB. Os subprefeitos da Barra, Alex Costa, e da Zona Sul, Bruno Ramos, também deverão tentar vaga de vereador.

Olho no mosquito

Pedidos de vistorias em possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti ficaram entre as demandas mais recebidas pela prefeitura no último trimestre de 2015. Levantamento do Movimento Rio Como Vamos aponta que, no período, cerca de nove mil vistorias foram solicitadas ao 1746.

Exagero...

E o prefeito disse ontem haver “um certo exagero” sobre o vírus zika.

Telemarketing

Passado o Carnaval, Leonardo Picciani, que tenta ser reeleito líder do PMDB na Câmara, voltou à rotina de ligar para seus colegas em busca de votos. Ressalta que luta contra dois: o adversário, Hugo Motta (PB), e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Presentes

Picciani diz que, na campanha, Cunha tem usado a estrutura da Câmara. Oferece cargos em comissões a deputados e acena com nomeações de assessores.

Sem imagem e som

As obras do novo prédio do Museu da Imagem e do Som estão paradas. Não é por falta de dinheiro, mas por conta de problemas com a empreiteira encarregada do trabalho.

Preconceito

O pessoal da União da Ilha não se conforma com a perda de seis décimos no quesito comissão de frente, que foi formada por cadeirantes. Fala em preconceito dos julgadores.

Últimas de Rio De Janeiro