Polícia prende terceiro suspeito da morte de cabo da Marinha

Segundo as investigações, Yago Gonçalves dos Santos participou do homicídio de Monique Sant'Anna, no último dia 5

Por O Dia

Monique Sant'Anna foi morta na porta de casa quando se preparava para uma viagem para a Região dos LagosReprodução / Facebook

Rio - O terceiro suspeito de envolvimento na morte da cabo da Marinha, Monique Sant'Anna dos Santos Nascimento, de 23 anos, foi preso na terça-feira pela Delegacia de Homicídios (DH) da Capital. Segundo informações da Polícia Civil, Yago Gonçalves dos Santos, conhecido como "Yago muay thai", 23 anos, participou do homicídio que ocorreu no último dia 5, em Cascadura, ao lado de Yago Lima da Silva e Richard de Andrade Brito, presos desde a semana passada.

Titular da DH, o delegado Fábio Cardoso disse que os suspeitos tinham o hábito de praticar assaltos para comprarem drogas.

A vítima foi assassinada na porta de casa, na Rua do Amparo, quando se preparava para viajar para Cabo Frio, na Região dos Lagos, durante o Carnaval. Os criminosos abordaram suas amigas, que guardavam as malas no carro. Ao sair de casa para ver o que acontecia, Monique foi atingida pelos disparos. Os bandidos fugiram com o veículo, que foi encontrado no bairro vizinho de Rocha Miranda.

Através de provas periciais e testemunhais, os agentes chegaram aos autores do crime. Eles foram indiciados pelo crime de latrocínio — roubo seguido de morte —, se condenados, podem pegar até 30 anos de prisão. A inteligência da Marinha deu apoio à investigação da DH.

Os outros dois suspeitos foram presos na semana passada. Yago Lima, de 20 anos, foi capturado em casa, no bairro de Marechal Hermes. Já Richard de Andrade, de 25, descobriu a atuação da polícia e fugiu. No entanto, os agentes acabaram localizando o rapaz dentro do fórum pedindo auxílio à Defensoria Pública, onde outros policiais da DH se encontravam no plantão judiciário.

Últimas de Rio De Janeiro