Por gabriela.mattos
Carla Trajano havia desaparecido em maio do ano passadoReprodução Facebook

Rio - Um laudo de DNA do Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o corpo encontrado no Viaduto dos Cabritos, em Campo Grande, na Zona Oeste, há nove meses era da assistente administrativa Carla Vanesca Trajano Figueiredo, de 32 anos.

Segundo a Polícia Civil, o exame comprovou a identidade da vítima e o caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídio da Capital (DH).

A mulher havia desaparecido em maio do ano passado depois de ter saído de casa, em Paciência, para ir ao trabalho na Barra da Tijuca.

Mas a família só soube do sumiço depois de uma publicação de uma colega da empresa de Carla no Facebook, dizendo que ela não tinha ido trabalhar.

Você pode gostar