Inspetores da Polícia Civil são demitidos acusados de extorsão

Dupla se apropriou de R$ 51 mil, além de um carro e equipamentos eletrônicos da residência da vítima

Por O Dia

Rio - O secretário de Estado de Segurança, José Mariano Beltrame, demitiu dois inspetores da Polícia Civil acusados de extorsão e associação em bando, nesta quarta-feira. A decisão já foi publicada no Diário Oficial do Estado. Clayton da Silva Castro e David Pereira de Almeida cometeram o crime há quase três anos. Além de ocuparem os cargos na Polícia Civil, Clayton trabalhava como segurança e David como chefe de segurança da vítima, um homem que teve sua identidade preservada.

Em junho de 2013, a vítima teve seu carro interceptado por David próximo ao terminal de ônibus na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. No veículo, também estavam a mulher e dois integrantes da segurança do casal, entre eles Clayton. A secretaria de Segurança Pública ainda não divulgou maiores detalhes sobre a dinâmica do golpe.

Durante as tentativas de extorsão, que chegaram perto de R$ 1 milhão, os suspeitos conseguiram se apropriar de R$ 51 mil, além do veículo, da documentação e dos equipamentos eletrônicos da residência do casal. Depois de ser ameaçada, a vítima fez a denúncia ao Ministério Público.

Últimas de Rio De Janeiro