Rua onde adolescente morreu na porta de casa tem novo tiroteio nesta sexta

Perseguição entre policiais do 3º BPM (Méier) e bandidos percorreu as ruas do bairro e um homem foi baleado na perna

Por O Dia

Gabriel Frazão levou um tiro na cabeça quando chegava em casa em Pilares. Bandidos faziam arrastãoReprodução Facebook

Rio - Moradores e comerciantes das Rua Francisca Vidal, onde Gabriel Frazão, de 16 anos, morreu com um tiro na cabeça disparado por criminosos quando estava na porta de sua casa, voltaram a viver momentos de pânico na manhã desta sexta-feira. Uma perseguição entre policiais do 3º BPM (Méier) e bandidos percorreu as ruas do bairro. Um ambulante que trabalhava na via foi atingido por um tiro na perna.

Os criminosos estavam em um Prisma, roubado, e foram perseguidos pelos policiais desde o Méier. A fuga dos criminosos percorreu as ruas Francisca Vidal, onde Gabriel morava, e também a Glaziou, onde ele estudava. A escola permanece fechada desde ontem em luto pela sua morte. Os tiros trocados entre bandidos e PMs causou pânico nas ruas. 

"Os ladrões ficam por aqui, roubando moradores, pedestres e motoristas. Eles chegam até a Avenida Dom Hélder Câmara, roubam e voltam para o morro (Urubu)", disse uma moradora vizinha da família do estudante Gabriel. 

LEIA MAIS

Adolescente é atingido por tiro na cabeça na porta de casa em Pilares

Em enterro, escola faz homenagem a adolescente morto com tiro na cabeça

A fuga terminou em um dos acessos ao Morro do Urubu e o carro foi recuperado. Ele bate com as características de um dos carros que os bandidos usavam quando o menino Gabriel foi baleado e vai passar por perícia. Um ambulante foi atingido na perna por um tiro. "Só não me machucou porque a bala pegou em um muro antes de atingir minha perna", desabafou. O comando do batalhão informou que o policiamento está reforçado em toda a área. 

Adolescente morre na porta de casa depois de volta do curso

Gabriel Frazão, de 16 anos, foi vítima de bandidos na porta de casa em Pilares, na Zona Norte do Rio, na noite desta quarta-feira. Criminosos que faziam um arrastão pelas ruas do bairro atingiram o adolescente com um tiro na cabeça quando chegava de um curso. Ele teria se assustado com os criminosos e corrido. A polícia investiga o caso.

Últimas de Rio De Janeiro