Vila Autódromo ganha Plano de Urbanização

Defensoria Pública vai prestar assistência jurídica e relatar andamento de processos

Por O Dia

Rio - A Defensoria Pública do Rio, por meio do Núcleo de Terras e Habitação (Nuth), participa na tarde deste sábado, da apresentação do Plano Popular de Urbanização da Vila Autódromo - versão 2016. O Plano vem sendo construído por arquitetos, urbanistas e pesquisadores da UFF e UFRJ, em conjunto com moradores da região, há cerca de cinco anos.

Agora, os técnicos querem mostrar que é possível adaptá-lo à realidade das quase 50 famílias que ainda resistem à desocupação do local para construção do Parque Olímpico. Os defensores do Nuth vão explicar os aspectos jurídicos da regularização fundiária prevista no Plano e darão os informes atualizados sobre os processos.

Dois terços da comunidade já foram removidos sem qualquer decreto de desapropriação. As 50 famílias remanescentes lutam para permanecer no local. O Plano de Urbanização foi baseado na afirmação da Prefeitura do Rio de que as famílias do miolo da comunidade, área que não será afetada pelas obras de acesso ao Parque Olímpico, poderão permanecer na região.

Moradores exigem que sejam garantidas condições de permanência para as famílias que resistem no local, que os entulhos sejam retirados, que acabe o controle feito por Guardas Municipais, que impede que os moradores recebam visitas, que a acessibilidade seja garantida, que sejam criadas áreas de lazer, que seja implementada uma rede de saneamento básico e que uma creche seja construída na região. Às 10h da manhã, será iniciada a demarcação dos lotes previstos no Plano de Urbanização.


Últimas de Rio De Janeiro