Após ter 'moradia' desmontada, menor vandaliza estação do BRT

Jovem de 16 anos quebrou 13 vidros da estação Novo Leblon

Por O Dia

Rio - Um menor de 16 anos quebrou 13 vidros da estação Novo Leblon, do corredor Transoeste, em retaliação à retirada da sua "moradia" do teto da mesma estação. O episódio aconteceu sábado, por volta das 19 horas, e foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca). De acordo com o consórcio que administra o serviço, o adolescente montou uma espécie de tenda no local com panos, caixa de isopor, sacolas e papelões para passar as noites.

Pela manhã, ele circulava pela região, mas não estava na local quando o acampamento foi desmontado. Quando retornou e viu que seus objetos tinham sido retirados, se revoltou e quebrou os vidros da estação com pedras. "Tivemos um prejuízo de 10 mil reais. Mas para o Consórcio o que mais preocupa é o problema social que está por trás dessa história. Infelizmente, o caso deste menino não é uma exceção no sistema. Muitos usuários de drogas e pedintes estão usando as entradas das estações como moradia. Temos limitação para atuar, porque, como empresa privada, não podemos fazer a remoção desta população de rua", afirmou a diretora de Relações Institucionais do BRT, Suzy Balloussier.

Na última semana, equipes do consórcio retiraram colchões e lençóis de pessoas que estavam abrigadas no terminal Campo Grande. Um levantamento feito pelo BRT mostra que o problema também existe no Terminal Santa Cruz, na estações Otaviano e nas que ficam longo da Avenida Cesário de Mello. Nestes locais, quase sempre o morador de rua é usuário de drogas, principalmente o crack.

Últimas de Rio De Janeiro