Aniversário do Rio é comemorado na Carioca com bolo, mas sem Paes

Agora rival do candidato do prefeito à sucessão, Osorio aproveita para se apresentar a eleitores

Por O Dia

Rio - Com um bolo de 40 metros, com o tema da Olimpíada, e bênção do arcebispo Dom Orani Tempesta, cariocas comemoraram o 451º aniversário da cidade, ontem à tarde, no Largo da Carioca, no Centro. Nem a chuva, que começou a cair no meio do evento, desanimou as mais de cem pessoas que aguardavam na fila por uma fatia.

Candidatos aprovados no concurso para a Guarda Municipal de 2012, que ainda não foram convocados, fizeram um protesto na festa, à espera do prefeito Eduardo Paes, que não apareceu. Sua assessoria de comunicação informou que ele teve outro compromisso em sua agenda. Quem aproveitou a oportunidade para falar com possíveis eleitores e com a imprensa foi o pré-candidato à Prefeitura do Rio, Carlos Osorio.

O tradicional bolo de 20 metros foi exposto na Carioca para comemorar os 451 anos da Cidade Maravilhosa. Arcebispo do Rio%2C cardeal Dom Orani Tempesta%2C participou da festaAlexandro Auler / Agência O DIA

O futuro concorrente ao posto de Paes aproveitou seu primeiro evento público após a filiação ao PSDB para alfinetar o provável rival, defendido pelo prefeito para a sucessão municipal, o secretário de Governo, Pedro Paulo, do PMDB. “Lamento que os demais pré-candidatos não tenham vindo justamente no dia da cidade, mas estou aqui, também como deputado estadual, junto do carioca para apresentar meu novo partido”, disse Osorio, que deixou o PMDB e o cargo de secretário estadual de Transportes há menos de duas semanas.

A celebração na Carioca é uma tradição de 27 anos e começou, por volta de meio-dia, com a chegada da imagem do padroeiro do Rio, São Sebastião, que foi trazida pelo Corpo de Bombeiros. Dom Orani fez uma oração e pediu ao santo para abençoar cada um dos habitantes e naturais do Rio. Ao som de Cidade Maravilhosa e parabéns, a festa teve sequência com o corte do bolo, que foi distribuído ao público. Moradora de São Gonçalo, Fernanda Santos, de 42 anos, levou até filho para garantir o doce. “A criançada adora”, contou ela, com dois pedaços nas mãos. No meio da festa, uma confusão. A Guarda Municipal prendeu dois suspeitos de tentar furtar uma pessoa que assistia à celebração. Eles foram levados para a 5ª DP (Centro).

Últimas de Rio De Janeiro