Procon autua 20 lojas do Nova América por falta do certificado dos bombeiros

Parque infantil também foi autuado nesta quinta-feira. Há um ano, shopping sofreu um incêndio de grandes proporções

Por O Dia

Rio - Um ano após o incêndio de grandes proporções que atingiu uma parte do Nova América, em Del Castilho, na Zona Norte, o shopping voltou a ter problemas com a vistoria. O Procon Estadual autuou 20 lojas do centro comercial, nesta quinta-feira, por ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Além disso, o parque Play City foi autuado por não ter bebedouros e por não conter informações sobre as idades mínimas e máximas para o uso de cada brinquedo.

O Procon vai levar esses problemas à administração do shopping, que também será responsabilizada por deixar que essas lojas funcionassem sem o certificado. Procurada, a assessoria de imprensa do shopping informou que o certificado é "de responsabilidade do lojista, e que o empreendimento antes da abertura da loja exige o referido certificado para que o estabelecimento inaugure"

O Nova América afirmou ainda que busca sempre orientar o lojista da obrigatoriedade de providenciar o documento" e que o shopping "apresentou o certificado, estando rigorosamente dentro dos preceitos exigido".

Play City foi autuado pela ausência de bebedouros e da informação%2C nos brinquedos sobre idades mínima e máxima para utilizá-losDivulgação

Balanço da Operação Colombo:

1 - Zinzane: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

2 - Carmen Steffens Outlet: Ausência de preços nos produtos expostos no interior da loja. Preços à vista e a prazo com fontes do mesmo tamanho. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

3 - Monte Carlo Joias: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

4 - Renner: Reclamações do Livro de Reclamações datadas de 17/11/2014 e 15/10/2015 não enviadas à autarquia (o prazo é de 30 dias).

5 - Artex: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

6 - Oi: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação. Duas reclamações do Livro de Reclamações não enviadas ao Procon Estadual.

7 - Drogasmil: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

8 - Cantão: Ausência de preços nos produtos. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

9 - Mercatto: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

10 - Opção: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

11 - Victor Hugo: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

12 - Antonella: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

13 - Tonsan Esportes: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

14 - Mundo Verde: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

15 - AD: Ausência de preços nas mercadorias expostas e do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

16 - Afghan: Ausência de preços nas mercadorias expostas e do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

17 - Ótica Solvang: Ausência de preços nas mercadorias expostas na vitrine e do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

18 - Aquamar: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

19 - Hope: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

20 - My Place: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

21 - Taco: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

22 - Play City: Ausência de bebedouros. Ausência de informação nos brinquedos sobre idades mínima e máxima para utilização. Ausência do laudo de manutenção afixado nos brinquedos. O parque tem os laudos, mas eles ficam no escritório, não junto aos brinquedos.

Últimas de Rio De Janeiro