Por thiago.antunes

Rio - A Secretaria de Estado de Transportes informou, na manhã desta segunda-feira, que o Consórcio Rio Teleféricos assumirá, amanhã, a operação do Teleférico do Alemão. O contrato terá 36 meses de duração. A princípio, o funcionamento será realizado das 6h às 21h nos dias úteis e das 8h às 16h aos sábados. Após 60 dias, o Consórcio Rio Teleféricos implementará a operação comercial do Teleférico das 6h às 22h de segunda a sexta e das 8h às 20h nos fins de semana (sábados e domingos) e feriados.

Moradores do Complexo Alemão previamente cadastrados continuarão dispondo de duas gratuidades diárias. Serão mantidos também a tarifa social de R$ 1 para usuários do Bilhete Único Intermunicipal e RioCard e o valor de R$ 5 para visitantes. A cobrança de embarque será feita na entrada do sistema pela estação Bonsucesso.

Segundo a secretaria, a operação irá monitorar constantemente o desempenho, que inclui itens como o índice de satisfação dos usuários, plano de manutenções preventivas, segurança e prestação de informações operacionais.

Cabe ainda ao Consórcio Rio Teleféricos instalar um posto fixo de cadastramento de moradores na estação ferroviária de Bonsucesso e custear a manutenção e conservação dos equipamentos e das seis estações do sistema. O Teleférico do Alemão foi inaugurado em 7 de julho de 2011 e desde então, por meio de contrato de prestação de serviço, a responsabilidade pela operação e manutenção do sistema cabia à SuperVia. .

O Consórcio Rio Teleféricos é formado pelas empresas Hanover Administradora de Bens Próprios Ltda. e Providência Teleféricos Ltda. Esta última opera o Teleférico da Providência, inaugurado pela Prefeitura do Rio em julho de 2015, que liga a Praça Américo Brum, no alto do morro da Providência, à Central do Brasil e à Cidade do Samba, na Gamboa, com três estações. A viagem percorre 721 metros em aproximadamente cinco minutos.


Você pode gostar