Bandidos ateiam fogo em veículos em Niterói

Ônibus, três carros e uma moto foram queimados. Causa seria guerra entre facções da Engenhoca e do Morro dos Marítimos

Por O Dia

Rio - Uma guerra entre facções criminosas pode ter motivado o ataque a um ônibus na madrugada desta terça-feira, na comunidade da Engenhoca, em Niterói, Região Metropolitana. Passageiros do coletivo foram retirados do veículo pelos criminosos, que incendiaram o veículo em seguida. As chamas atingiram a rede elétrica. Outros três carros e uma moto também foram queimados. Horas antes, bandidos rivais teriam trocado tiros no Morro dos Marítimos. Segundo a Polícia Militar, o policiamento na região foi reforçado.

De acordo com a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor), nos últimos 12 meses, 31 ônibus foram incendiados no estado, cinco deles só em Niterói. Ainda segundo a Fetranspor, o custo de reposição do ônibus incendiado em Engenhoca é avaliado em R$ 600 mil. O veículo, fabricado em 2012, tinha ar-condicionado e piso baixo, mais caro do que um ônibus urbano regular.

Testemunhas contaram que pelo menos três criminosos interditaram a Rua Dom Antônio Almeida Moraes Junior, que fica perto da favela, por volta das 5h, e mandaram os ocupantes do ônibus desembarcarem. Em seguida, atearam fogo no coletivo. Ninguém ficou ferido.

“De concreto, apenas sabemos que houve uma invasão de bandidos da ADA (Amigos dos Amigos), na tentativa de retomar o tráfico do Comando Vermelho. Não sabemos o motivo do ataque, mas há uma pessoa baleada na noite de segunda. Teremos operações e à noite com blindados”, afirmou o comandante do 12º BPM (Niterói), Fernando Salema.

Bandidos incendiaram um ônibus%2C três carros e uma moto na comunidade da Engenhoca%2C em NiteróiDivulgação


Incêndio teria ocorrido após guerra entre facções rivaisDivulgação


Últimas de Rio De Janeiro