Turista americana é assaltada em Copacabana

Ela foi agredida a socos por dois ladrões. PM que estavam na região conseguiram balear e prender um dos criminosos

Por O Dia

Rio - A turista americana Briann Jillian Wright, 34 anos, foi assaltada e agredida a socos por dois ladrões na Praia de Copacabana, por volta das 6h desta quarta-feira. Policiais do Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (BPTur) faziam patrulhamento na região e conseguiram prender um dos criminosos, que reagiu e acabou baleado. O outro conseguiu fugir.

O delegado titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), Alexandre Braga, afirmou que a turista tirava fotos do nascer do sol, quando foi abordada pelo criminoso. “Primeiro ele passou pedindo para tirar fotos. Depois voltou com um comparsa, pegou o celular e saiu correndo”, informou. Ela teria corrido atrás e alcançado o homem, que revidou com agressões.

De acordo com a PM, agentes conseguiram deter um dos assaltantes na Rua Figueiredo de Magalhães, na esquina com a Nossa Senhora de Copacabana. O criminoso reagiu, foi baleado na mão e levado para o Hospital Miguel Couto, onde ficou em custódia. A vítima não sofreu ferimentos graves e conseguiu recuperar os pertences.

No último sábado, o turista croata Roberto Bosniak foi atingido por três tiros, dois na perna e um na lateral da barriga, durante assalto na Gávea. No dia 17 de fevereiro, a turista argentina Laura Pâmela Viana, de 25 anos, morreu após ser esfaqueada na areia da Praia de Copacabana, perto do local do roubo desta quarta-feira

Últimas de Rio De Janeiro