El Niño acaba durante outono e cariocas devem ter clima mais frio na cidade

Fenômeno foi responsável por verão com temperatura bem acima da média. Nova estação começa neste sábado

Por O Dia

Rio - O outono que começa neste sábado deve ser mais frio do que o de 2015 e trazer aos cariocas um clima mais próximo da normalidade, já que El Niño deve se dissipar gradativamente ao longo da estação. O fenômeno começou em igual período do ano passado e foi responsável, entre outras mudanças, por um verão com temperatura bem acima da média. Na avaliação do meteorologista Alexandre Nascimento, do Instituto Climatempo, as chuvas de março, que, só nos primeiros 16 dias do mês, superaram em 33% o esperado para o mês todo, devem começar a diminuir nas próximas semanas.

A tendência, segundo Nascimento, é que a primeira semana do outono, ainda em março, seja de sol e calor. Em abril, apesar da possibilidade de chuva em algumas cidades fluminenses, o tempo deve secar aos poucos, o que vai culminar em um mês de maio menos chuvoso, com poucas frentes frias e chances remotas de chuva. Em geral, o outono terá temperaturas mais amenas, já que a estação de 2015 foi marcada de um calor atípico, provocado pelo começo do El Niño.

Nova estação deve ter temperaturas mais amenas do as do ano passadoAlexandre Brum / Agência O Dia

Os dados do Instituto Climatempo mostram que, no verão, o calor excedeu a média de temperatura máxima em todos os meses do verão. Fevereiro foi o mês mais quente, com 36 graus.

Este verão também foi marcado pela chuva. Janeiro foi o único mês da estação com menos água do que o previsto. Em dezembro, o volume foi de 215.1 milímetros, quando a previsão era de 200.7; em fevereiro, 274.7, muito acima da média, 221.5.

É em março, porém, que os números mais impressionam. Do começo do mês até o dia 16 — até onde vão os dados do Climatempo —, o volume já havia chegado a 213.3 milímetros, quando o esperado para o mês inteiro era de 160.5.

O El Niño é marcado por um grande aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial. Ele altera o padrão de ventos, de massas de ar e de chuva, em escala global, em diferentes épocas do ano. O fenômeno atua de modo cíclico: dura pouco mais ou pouco menos de um ano. No Sudeste do Brasil, aumenta a temperatura e altera o regime de chuvas.

Fim de semana sem chuvas

Os temporais que atingiram o Rio de Janeiro nas últimas semanas devem dar uma trégua. O carioca vai poder aproveitar o último dia do verão e o primeiro do outono nas praias. Para este sábado, a previsão é de sol com algumas nuvens, mas sem chuvas. A temperatura máxima deve ser de 34 graus e a mínima, de 21.

Neste sábado também não deve chover e a temperatura sobe um pouco. A previsão é de sol com algumas nuvens. A temperatura máxima na cidade deve ficar em 35 graus e a mínima, em 21.

Os termômetros devem continuar a subir até a terça-feira, quando a máxima esperada deve ficar em 39 graus. Na última quarta-feira, é esperada a chegada de uma frente fria, e a temperatura cai um pouco, com previsão de chuva. Nesta sexta-feira, a temperatura máxima foi de 33,7 graus e a mínima, 21.

Reportagem do estagiário Caio Sartori

Últimas de Rio De Janeiro