Tiroteio assusta moradores da Zona Sul pelo segundo dia seguido

Morador da Babilônia foi baleado na noite desta sexta-feira. De acordo com os relatos, ele estava tomando banho quando foi atingindo

Por O Dia

Rio - Um intenso tiroteio assusta moradores dos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme, na Zona Sul da cidade, pelo segundo dia seguido. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CCP) confirma o confronto na noite deste sábado, mas ainda não tem mais informações. Segundo os moradores, homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) atuam na comunidade, junto com as equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local. Eles relatam a troca de tiros nas redes sociais.

"Até quando teremos que aturar isso? Cadê a polícia? Bope? Exército? Minha janela fica de frente para o morro. Assim, fico trancado no quarto. Vontade de ir embora do Rio", escreveu um morador do bairro em uma rede social. "UPPs falidas. O tráfico nunca acabou, mas agora está sendo disputado por quadrilhas rivais. Do mesmo jeito que era", comentou outro usuário.

LEIA MAIS: Em menos de 24 horas, duas pessoas são baleadas no Rio

Na noite desta sexta-feira, um morador do Morro da Babilônia, que ainda não teve a identidade confirmada, foi atingido durante um tiroteio entre traficantes e policiais da UPP, na localidade da Caixa D'Água. Os suspeitos conseguiram fugir.

Segundo moradores, o homem estava tomando banho quando foi atingindo. Os policiais encaminharam a vítima para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde ela foi medicada e passa bem. Segundo a CCP, o policiamento foi reforçado no local. O caso foi encaminhado à 12ª DP (Copacabana).

Últimas de Rio De Janeiro