Sequestro relâmpago na Baixada termina com três baleados

Crime ocoreu em Nova Iguaçu na noite dessa terça; bandidos fizeram arrastão pela Avenida Brasil, trocaram tiros com a PM e balearam pedestres. Dois suspeitos foram presos

Por O Dia

Rio - Uma perseguição envolvendo bandidos e policiais terminou com um homem preso e três pessoas baleadas, na Zona Norte do Rio, na noite desta terça-feira. Tudo começou em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, onde bandidos abordaram um engenheiro que estava chegando em casa com seu filho de 5 anos. O homem só teve tempo de tirar o menino do carro e foi levado como refém.

Em Coelho da Rocha, bairro de São João de Meriti, após ficar 30 minutos em poder dos bandidos, o homem foi solto. Os criminosos seguiram em direção ao Rio, realizando uma série de assaltos. Eles acessaram a Avenida Brasil, onde foram abordados pelos policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE).

Os agentes deram ordem de parada aos três carros que eram utilizados pelos criminosos, um HB20, um Ecosport branco e outro de cor prata. Como os criminosos não obedeceram, os policiais passaram a perseguí-los. Na altura do Guadalupe Shopping, na Zona Norte, os bandidos que estavam no HB20 bateram com o carro na mureta da pista central, sentido Centro. Dois homens que estavam no carro foram presos. Os bandidos que estavam nos outros dois carro conseguiram fugir, acessando a favela da Palmeirinha.

Um dos presos, identificado como Anderson de Oliveira Silva, de 25 anos, estava ferido. Ele foi levado sob custódia para o Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, mesma unidade onde deram entrada a jovem Carolina Silva Araújo, 22 anos, e seu namorado. Eles estavam em um ponto de ônibus da Avenida Brasil, próximo do local onde houve o confronto, e foram atingidos. O estado de saúde deles e do preso é desconhecido.

A ocorrência foi registrada na 39ª DP (Pavuna). Segundo o delegado Henrique Damasceno, titular da unidade, Anderson e seu comparsa, identificado como Gabriel da Silva Gomes, 18 anos, foram presos em flagrante. Os dois responderão por roubo e resistência. O caso será remetido à 31ª DP (Ricardo de Albuquerque), a delegacia responsável pela área onde se deu o fato. Ela dará prosseguimento às investigações.

Últimas de Rio De Janeiro