Jovens são presos acusados de espancar até a morte um adolescente

Além dos dois presos, outros dois já foram identificados pela 58ª DP (Posse) e estão com mandados de prisão expedidos

Por O Dia

Rio - Dois jovens foram presos nesta quinta-feira por policiais da 58ª DP(Posse), Nova Iguaçu, acusados de espancar até a morte um adolescente de 17 anos, no último dia 7 de março. Contra Alex Santos do Carmo, 18 e Deividy Vieira do Nascimento, 20, foram cumpridos mandados de prisão temporária pelo crime de homicídio qualificado. Eles resolveram se entregar na distrital, após agentes irem até a residência deles.

Yuri Matheus Amaral estava acompanhado de um amigo, de 15 anos, quando deixava uma festa, conhecida como 'Tropa das Novinhas', no Sítio do Nonot, no bairro Ponto Chic, na Posse. De acordo com as investigações, Yuri faz parte de um grupo da Posse e discutiu com outros rapazes de outro bonde do bairro Cerâmica, também em Nova Iguaçu.

"Yuri dentro do evento teria pego boné de um dos integrantes do grupo rival e houve uma discussão. Neste momento, os seguranças do evento colocaram todos para fora do sítio, mas em um dado momento, já fora do local, a briga evoluiu para agressão. A vítima levou um soco no rosto e quando caiu no chão foi espancado por outros homens", comentou a delegada Vanessa Martins, assistente na 58ª DP.

O amigo da vítima também foi agredido, mas conseguiu escapar. Yuri ainda chegou a ser levado para o Hospital da Posse, onde ficou internado por três dias no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e não resistiu aos ferimentos. Além dos dois presos, outros dois já foram identificados pela 58ª DP e estão com mandados de prisão expedidos. Porém, os nomes deles ainda não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

"Estamos tentando chegar até os outros. A investigação é bem trabalhosa. Como são grupos, eles se defendem, mas vamos chegar a identificação de todos", afirmou a delegada Vanessa Martins.

Últimas de Rio De Janeiro