Eduardo Paes inaugura trecho central da Orla da Guanabara

Espaço ganhou 22 jardins e um deque de madeira, com circulação para pedestres e ciclistas, e tem o nome do ex-prefeito Luiz Paulo Conde

Por O Dia

Rio - Após a reabertura da Praça Mauá e a inauguração do Museu do Amanhã, os cariocas têm mais um novo espaço para lazer. Ontem, foram inaugurados e abertos ao público 600 metros da parte central da Orla da Guanabara Prefeito Luiz Paulo Conde, construídos após acordo firmado no processo de demolição da Perimetral entre a Prefeitura do Rio e o comando do 1º Distrito Naval da Marinha.

O prefeito Eduardo Paes durante a inauguração de trecho da nova orlaAlexandro Auler / Parceiros / Agência O DIA

O trecho inaugurado, que era até então restrito ao uso militar, ganhou uma nova cara com 22 jardins e um deque de madeira, que passa por baixo da ponte de acesso à ilha das cobras, e permite a circulação de ciclistas e pedestres.

Sobre os 3,5 quilômetros, incluídos no contrato de 2011 com o valor de R$ 7, 5 bilhões, que têm previsão para serem inaugurados até julho deste ano, o prefeito Eduardo Paes disse que “é um reencontro da cidade com a sua razão de ser, que é a Baía de Guanabara”. Ele também explicou a escolha do nome do ex-prefeito e arquiteto Luiz Paulo Conde, que morreu em julho do ano passado, para dar título à nova orla. “Se fiz algo de bom no urbanismo da cidade, foi porque lembro de quando ouvia o Conde dizer que a cidade não era para carro, era para ter gente andando”, afirma.

Em relação à segurança no local, o prefeito tranquilizou a população dizendo que o trecho inaugurado tem iluminação e é seguro.

Segundo Jorge Arraes, secretário de Concessões e Parcerias Público-Privadas do Rio, outro trecho da orla que tem previsão de inauguração ainda este mês é o da Praça 15, atrás da Bolsa de Valores. Já os trechos localizados nos dois lados do restaurante Albamar, onde foi feita uma passagem subterrânea, tem previsão de entrega entre o fim do mês e o começo de maio. Os trechos da Av. Rodrigues Alves até o Armazém 6 do Pier Mauá e o da Candelária serão inaugurados em junho.

Últimas de Rio De Janeiro