Comandante de batalhão da Polícia Militar é assaltado na Zona Norte

Veículo alugado onde estava o tenente-coronel Murilo Sérgio de Miranda Angelotti foi roubado em Piedade neste domingo

Por O Dia

Rio - Nem mesmo o comandante de um batalhão de polícia militar escapou da violência no Rio. Em Pilares, na Zona Norte, o tenente-coronel Murilo Angelloti, que está À frente do 19º BPM (Copacabana), viveu momentos de terror na manhã deste domingo. O militar teve o carro roubado por três criminosos quando tinha acabado de sair de casa. Duas pistolas também foram levadas pelos assaltantes. Ele seguia para o batalhão quando foi abordado.

Angelloti teria sido rendido por bandidos de fuzil e pistola. Ele estava em companhia de um segurança. Os bandidos jogaram o carro que ocupavam, um Peugeot 408, que estava com um pneu furado, na frente do Prisma do comandante, bloqueando a passagem.

Angelloti só não foi morto porque não foi revistado e identificado como policial. Os dois jogaram as pistolas para debaixo do banco do carro ao serem interceptados.

A região de Pilares tem contabilizado aumento expressivo no números de crimes. Este ano, entre janeiro e fevereiro, a delegacia da área, a 24ª DP (Piedade), registrou 81 casos de roubos de veículos. Foram 30 casos a mais do que o mesmo período de 2015. Ou seja, um aumento de mais de 58%.

De acordo com o comandante do 3º BPM ( (Méier), Luis Teixeira, o policiamento é feito por setores de rádio patrulha e motocicletas.

Últimas de Rio De Janeiro