Dois policiais são baleados em favelas pacificadas do Rio nesta terça-feira

Casos ocorreram nos complexos do Alemão e da Penha, na Zona Norte. Em Resende, no Sul Fluminense, um PM de folga foi executado a tiros na noite desta segunda-feira

Por O Dia

Rio - Dois policiais foram baleados, na manhã desta terça-feira, na cidade do Rio de Janeiro. O primeiro caso ocorreu no Complexo do Alemão, Zona Norte, onde um agente do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi atingido por um tiro na perna quando chegava junto com agentes do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar para uma operação, no início da manhã.

O policial foi baleado na comunidade Nova Brasília, que integra o conjunto de favelas. Ele foi encaminhado ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde passou por uma cirurgia para retirada da bala. Segundo as informações, o policial não corre risco de vida.

LEIA: PM é baleado no Complexo do Alemão e policiamento é reforçado

No Complexo da Penha, por volta das 9h, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Parque Proletário foram recebidos a tiros por criminosos durante patrulhamento na localidade conhecida como Beco do Gavião. Houve confronto e um militar foi ferido. Ele também foi socorrido ao Getúlio Vargas.

Segundo o comando da UPP, durante buscas para localizar os criminosos responsáveis pelos disparos, policiais abordaram um rapaz com 16 pedras de crack e 9 papelotes de cocaína.

PM é executado em Resende

?O sargento Nilton Batista dos Santos, de 37 anos, foi executado a tiros, na noite desta segunda-feira, no Paraíso, bairro de Resende, na região Sul Fluminense. Lotado no Serviço Reservado (P2) do 37º BPM (Resende), o policial, que estava de folga, trabalhava, no momento em que foi morto, por volta das 23h, como segurança em uma padaria, na Rua João Cabral Frexa. Casado, pai de uma filha e há 12 anos na Polícia Militar, ele não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

SAIBA: PM é executado em Resende

Últimas de Rio De Janeiro