Justiça suspende reintegração de posse de colégio ocupado na Ilha

Alunos da escola Prefeito Mendes de Moraes estão na unidade desde o último dia 23 de março

Por O Dia

Rio - A reintegração de posse do Colégio Estadual Perfeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, foi suspensa após uma decisão do desembargador Sérgio Seabra Varella, do plantão judiciário. A decisão aconteceu na noite de segunda-feira, após uma solicitação da Defensoria Pública Estadual.

Alunos do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, estão ocupando a unidade desde o mês passadoMaíra Coelho / Agência O Dia

Em sua decisão, o desembargador determinou o recolhimento imediato do mandado de reintegração de posse que tinha sido concedido pela juíza Neusa Regina Larsen de Alvarenga Leite, da 14ª Vara de Fazenda Pública do Rio, até a reapreciação da matéria pelo relator da câmara para o qual o processo for distribuído.

GALERIA: Alunos seguem ocupando escola na Ilha do Governador

No último dia 23 de março, a escola foi ocupada por 35 alunos integrantes do movimento estudantil “Ocupa Escola”, em protesto por melhorias nas condições de ensino, contra os cortes de orçamento realizados na área de educação e em apoio à greve de professores da rede estadual.

Nesse período de ocupação, os estudantes descobriram mais de duas mil unidades de livros didáticos para descarte. Eles alegam que desde o início do ano letivo não possuem material didático completo para estudar.

Livros didáticos separados para descarte foram encontrados pelos alunos%2C que estão se dividindo para a realização de tarefas como limpeza e preparação da comidaMaíra Coelho / Agência O Dia

"Humilhante a descoberta. Os professores tinham que tirar xerox do livro dos professores com rasuras para ensinarem as matérias", contou o aluno Flávio Mercier, de 17 anos.

Os estudantes estão se dividindo em tarefas como limpeza, segurança, entre outras. Na segunda-feira, os alunos da Mendes de Moraes disseram, em coletiva, ter o apoio das famílias. Houve princípio de confusão, quando um grupo tentou impedir a entrada de outros contrários ao movimento.

Colaborou a estagiária Julianna Prado

Últimas de Rio De Janeiro