Morre funcionário da CSN que teve corpo queimado em acidente

Incêndio aconteceu na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda (RJ)

Por O Dia

Rio - Morreu na tarde desta quarta-feira, Wanderlei dos Santos, de 38 anos, funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), ferido em um incêndio enquanto trabalhava em março deste ano. Ele teve 70% do corpo queimado.

O acidente aconteceu em uma tubulação do setor de zincagem, onde as bobinas de aço recebem uma camada de zinco, no dia 25 de março na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. As informações são do sindicato dos metalúrgicos.

Wanderlei estava internado no Hospital Oeste D'Or, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, junto com os outros três feridos. Dênis da Silva, de 37 anos, Aluenio Alves, de 31, e Renan Martins, de 29, tiveram de 20% a 30% dos corpos queimados e permanecem internados. O estado de saúde deles é estável.

Por volta de 13h40, o corpo estava em um Instituto Médico Legal (IML), no Rio, onde a família e pessoas do sindicato aguardavam a liberação. O velório será realizado em Barra Mansa. Wanderlei nasceu em Guiricema, no estado de Minas Gerais, era casado, tinha um filho de 5 anos e morava em Barra Mansa.

Últimas de Rio De Janeiro