Polícia acredita que idoso desaparecido em Niterói esteja morto

Um suspeito do sequestro de João Bosco Neves, de 83 anos, no dia 2 deste mês, já está preso

Por paulo.gomes

O aposentado João Bosco Neves de Oliveira, de 83 anos, está desaparecido desde o início desde mêsReprodução Internet

Rio - A polícia acredita que o aposentado João Bosco Neves de Oliveira, de 83 anos, desaparecido há 12 dias, deve estar morto. Imagens de câmeras mostram que ele foi sequestrado na saída de um supermercado, em Niterói. Nas buscas pelo aposentado, a polícia fez nesta quarta-feira operação no Complexo do Viradouro, que deixou dois suspeitos mortos e uma moradora foi baleada no rosto.

Um dos homens que apareceu nas imagens de câmeras de segurança abordando o aposentado no dia 2 de abril já está preso. Ele foi identificado como Marcelo Henrique Júnior. A ação de quarta, que contou com mais de 50 policiais, pretendia prender Marco Aurélio Neves de Lima, outro suspeito, que não foi encontrado. Segundo a polícia, os agentes foram recebidos a tiros na comunidade e os dois mortos eram suspeitos de envolvimento com o tráfico. A moradora da comunidade atingida por bala perdida passou por cirurgia e não corre risco de morrer.

“O carro da vítima foi encontrado com um pano sujo de sangue. De acordo com as nossas investigações, houve violência e provavelmente o crime se configurou como latrocínio (roubo seguido de morte)”, afirmou o delegado Gabriel Poiava Martins, da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia