Portal oferece recompensa por homem que assaltou e desapareceu com idoso

R$ 2 mil serão pagos a quem ajudar a prender Marco Aurélio Neves de Lima, o Ciclone, acusado de crime em Niterói

Por tiago.frederico

Cartaz com foto de Marco Aurélio Neves de Lima%2C o Ciclone%2C foi divulgado nesta quinta-feira. Recompensa de R%24 2 é paga a quem der informações que levem á sua prisãoDivulgação

Rio - O Portal dos Procurados oferece recompensa de R$ 2 mil reais por informações que levem à prisão de Marco Aurélio Neves de Lima. Um cartaz com a foto dele foi divulgado nesta quinta-feira. Conhecido como Ciclone, ele é acusado do assalto e também do desaparecimento de João Bosco Neves de Oliveira. O crime ocorreu em Niterói, Região Metropolitana do Rio, no último sábado. A polícia acredita que o idoso, de 83 anos, esteja morto.

João Bosco saiu de casa, em São Francisco, para comprar leite em um supermercado às 11h. De acordo com testemunhas, assim que saiu do supermercado em seu carro, um Ford Siena preto, placa KXW-5578, o aposentado foi interceptado por criminosos. Ele foi obrigado a fazer retidas em dinheiro de sua conta bancária e repassar os valores aos bandidos. Nesta terça-feira, três dias depois, o carro dele foi encontrado em uma rua do bairro Pé Pequeno, em Santa Rosa.

Um dos responsáveis pelo assalto e desaparecimento de João Bosco, Marcelo Henrique Gilvaz Arantes Júnior, foi preso três dias após o crime por agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DNHSG). Em imagens de câmeras de segurança, ele foi identificado abandonando o carro do idoso na rua.

LEIA MAIS:

Polícia acredita que idoso desaparecido em Niterói esteja morto

Operação da Polícia Civil na favela do Viradouro termina com dois mortos

Nesta quarta-feira, a delegacia especializada fez uma operação na favela do Viradouro, naquele município, com o objetivo de cumprir mandados de prisão contra acusados de participação no caso. A ação terminou com dois mortos e um baleado, mas ninguém foi preso.

Quem tiver informações que levem à prisão de Marco Aurélio Neves de Lima e que ajudem a encontrar João Bosco Neves de Oliveira, deve entrar em contato com o WhatsApp dos Procurados (96802-1650) ou com o Disque-Denúncia (2253-1177). Segundo o Portal dos Procurados, todas as informações serão encaminhadas para DHNSG. O anonimato é garantido.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia