Rio tem ações de prevenção e combate à hipertensão arterial

No Brasil, são mais de 30 milhões de pessoas com a doença. No Largo do Machado, serão oferecidos exames gratuitos

Por O Dia

Rio - Nesta terça-feira, uma série de ações em todo o país marca o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, doença que afeta mais de 30 milhões de brasileiros. Chamada de "doença silenciosa" por não apresentar sintomas, ela pode acarretar problemas como Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto do miocárdio, responsáveis por um alto índice de mortalidade.  

Com o intuito de esclarecer a população sobre o papel da obesidade na elevação da pressão arterial, o Instituto Nacional de Cardiologia (INC) e a Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro (Socerj) vão organizar, de 8h às 12h, uma ação no Largo do Machado, Zona Sul do Rio.

Os profissionais do INC vão conferir pressão, calcular índice de massa corporal e medir peso e altura de quem passar por lá. Também no local, pessoas com mais de 50 anos vão poder fazer o exame de doppler de carótida, responsável por indicar os riscos de se ter uma doença cardiovascular.

A causa da doença quase sempre é genética, mas alguns maus hábitos também podem provocá-la. Cigarro, álcool, sedentarismo, má alimentação e obesidade são alguns desses fatores. Quanto à alimentação, a principal dica de especialistas é evitar o excesso de sal, inclusive alimentos muito processados, que contam com uma alta quantidade da substância para conservar o produto.

Reportagem do estagiário Caio Sartori

Últimas de Rio De Janeiro