Prefeitura proíbe consórcio de ciclovia entrar em novas licitações

Medida será publicada no Diário Oficial desta quarta-feira. Queda de estrutura deixou duas pessoas mortas

Por O Dia

Rio - A Prefeitura do Rio proibiu que as empresas Contemat Engenharia e Geotecnica S/A e a Concrejato Serviços Técnicos de Engenharia S/A, que fizeram a ciclovia Tim Maia, em São Conrado, na Zona Sul, participem de novas contratações e licitações de obras de estrutura. A medida será publicada no Diário Oficial, nesta quarta-feira, e é válida até que terminem os trabalhos de apuração das responsabilidades técnicas pela queda da estrutura, na última quinta-feira.

Prefeitura proíbe consórcio de ciclovia entrar em novas licitaçõesJohnson Parraguez / Parceiro / Agência O DIA

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, "todos os pagamentos destinados às duas empresas estão retidos". "O decreto também determina que os responsáveis técnicos do consórcio para a obra da Ciclovia da Niemeyer sejam afastados de qualquer contrato firmado com o município. Comprovada a responsabilidade das empresas, elas serão consideradas inidôneas na forma da lei", explicou.

MP investiga improbidade na contratação da Concremat pela Geo-Rio

O Ministério Público do Rio (MPRJ), através da 8ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania, instaurou um inquérito civil, nesta terça-feira, para apurar possíveis atos de improbidade administrativa na contratação da Concremat, pela Fundação Geo-Rio, para a construção da Ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, que desabou um trecho na última quinta-feira, matando duas pessoas.

LEIA MAIS

Ciclovia: MP investiga improbidade na contratação da Concremat pela Geo-Rio

?Parte da ciclovia de São Conrado desaba na Avenida Niemeyer

?Chamado de assassino, Paes diz que vai ressarcir famílias de vítimas

De acordo com o MP, a investigação vai apurar as circunstâncias da contratação e as condições técnicas eventualmente irregulares ou inadequadas no contrato. A Promotoria de Defesa da Cidadania esclarece que as responsabilidades civil e criminal não serão apuradas pelo órgão, e sim pelas Promotorias de Justiça com atribuição específica.

Últimas de Rio De Janeiro