Por tiago.frederico

Rio - Através do Diário Oficial desta quarta-feira, o Detran mandou 2.219 condutores entregarem suas carteiras de habilitação por terem sido suspensos pelo acúmulo de 20 pontos em multas ou cometido infrações, como excesso de velocidade e condução sob efeito de álcool ou drogas, cuja punição também é a perda temporária do direito de dirigir.

Segundo o departamento, a lista publicada abrange apenas aqueles que não foram localizados pelos Correios. Todos os notificados devem entregar a Carteira Nacional de Habilitação ao órgão em até dez dias, contados a partir desta quarta-feira. Ao longo deste ano, o Detran já suspendeu mais de 22.500 condutores.

O Detran também avisou na publicação que abriu um processo para a suspensão do direito de dirigir contra 2.728 pessoas, que deverão apresentar suas defesas prévias. Além disso, outros 2.348 que respondem ao mesmo procedimento foram notificados para que recorram às juntas administrativas de recursos e infrações. Todos eles têm 30 dias para se defender.

Os condutores suspensos deverão entregar suas carteiras no Núcleo de Documentos Acautelados, na Avenida Presidente Vargas, 817, sobreloja, Centro do Rio, ou em qualquer posto de habilitação do Detran.

Para reavê-las, motoristas terão que se submeter a um curso de reciclagem de 30 horas e cumprir o tempo de suspensão estipulado. Caso contrário, responderão a um processo para cassação da habilitação se forem flagrados dirigindo, como determina o artigo 263 do Código de Trânsito Brasileiro. Esse flagrante pode ser feito por agentes de trânsito e eletronicamente, através do registro de multas cometidas após a perda do direito de dirigir.

Você pode gostar