Prefeitura abre edital para criação de linhas extras de vans e ‘cabritinhos’

Secretaria anunciou que serão 1.795 vagas de 99 linhas em nove bairros da Zona Oeste, como Bangu e Realengo

Por gabriela.mattos

Rio - A prefeitura vai expandir os transportes complementar e comunitário na cidade. A Secretaria Municipal de Transportes anunciou nesta sexta-feira que abrirá licitação para preencher 1.795 vagas de 99 linhas do Sistema de Transporte Público Local, as vans, em mais de nove bairros da Zona Oeste, como Realengo, Bangu e Campo Grande. Desse total de linhas, 23 serão novas, previstas ainda para este ano.

Também serão criadas este ano seis linhas de ‘cabritinhos’ para o Serviço de Transporte de Passageiros Comunitário (STPC), que vão circular no Complexo do Chapadão, em São Cristóvão, Manguinhos e Ramos. Os cabritinhos são vans de pequeno porte que só podem operar dentro de comunidades e cuja passagem não pode ultrapassar R$ 3,80.

Segundo a SMTR, a nova rede do STPL na Zona Oeste irá complementar o serviço de BRT, ampliando a oferta de transporte. Do total de vagas, 967 serão imediatas e as outras 828 ficarão em cadastro reserva para os casos de desistência ou cassação do permissionário. A permissão para o serviço será de dez anos, podendo ser prorrogado por igual período. Somente pessoas físicas poderão participar da concorrência.

Ainda de acordo com a SMTR, o objetivo de criar novas linhas de cabritinhos é garantir mobilidade, conforto e segurança aos moradores nos deslocamentos pelo interior das comunidades. Atualmente, 48 linhas estão em operação em mais de 20 comunidades.

Também foi publicado ontem no Diário Oficial o edital de concessão do sistema de aluguel que contará com 100 carros elétricos na cidade. Haverá 50 estações de recarga e 200 vagas de estacionamento exclusivas no Centro e na Zona Sul.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia