Ex-prefeito de Saquarema é conduzido a delegacia para depor

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão durante investigação de fraude em doação de terrenos

Por O Dia

Rio - Policiais da delegacia de Saquarema, na Região dos Lagos, realizaram nesta quinta-feira a Operação Afilhados da Sorte com o objetivo de cumprir oito mandados de busca e apreensão, sendo um deles na casa do ex-prefeito do município, Antônio Peres (PTN), que mora em Itaúna, na mesma cidade. Outros mandados foram cumpridos em Araruama, também na Região dos Lagos, e Niterói, na Região Metropolitana.

As apreensões resultam da investigação de fraude na doação de terrenos por Peres, entre 2001 e 2008, período de seus mandatos. O inquérito possui mais de mil páginas e apura crimes de falsidade ideológica e formação de quadrilha. O caso também foi investigado em uma CPI no município.

Os investigadores apontam que o político desapropriava terrenos para, em seguida, doá-los em troca de votos. Os beneficiários tinham renda bem maior do que R$ 100 por pessoa, que era o limite para participar do programa de habitação de interesse social do município. Nesses terrenos eram construídos prédios e casas para serem vendidos com preços valorizados.

Além de Peres, secretários municipais de sua gestão também teriam sido favorecidos, segundo denúncia do MP à época. Na casa do ex-prefeito, foram encontrados termos de doação dos lotes. A própria sede da Prefeitura de Saquarema foi alvo da operação. Quatro testemunhas foram conduzidas coercitivamente à delegacia para depor. O DIA procurou a defesa do ex-prefeito, mas não encontrou seu advogado.

Em nota, a Prefeitura de Saquarema afirmou que “a busca e apreensão, realizada em sua sede por agentes da Polícia Civil, teve como objetivo a apreensão de processos administrativos e documentos relacionados a concessões do direito real de uso de terrenos do patrimônio municipal a particulares, outorgados durante as gestões de 2001 a 2008” — administração do então prefeito Antônio Peres.

Últimas de Rio De Janeiro