Mulher é condenada a 24 anos de prisão por assassinato de grávida

Em 2014, vítima foi encontrada morta e com sinais de enforcamento em casa. Marido é suspeito de ser o mandante

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio condenou, nesta quarta-feira, Flávia da Silva Ramos a 24 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio triplamente qualificado contra uma gestante. Em abril de 2014, a estudante Suellen Salles, de 26 anos, foi assassinada a facadas na sua casa, no bairro Trindade, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. A juíza Juliana Grillo El-Jaick considerou como agravantes o motivo e os métodos utilizados no crime, além de o fato da vítima estar grávida.

Na ocasião, Suellen foi encontrada em casa, morta e com sinais de enforcamento. O marido da vítima, Rodrigo Folly Cuzzuol, é suspeito de ser o mandante do crime e aguarda julgamento em prisão preventiva. De acordo com o processo judicial, Rodrigo mantinha relações extraconjugais com Flávia.

Últimas de Rio De Janeiro