Portal eleva recompensa por suspeito de chefiar tráfico na Providência

Valor agora é de R$ 5 mil. Conhecido como Dão, homem teria assumido o controle das bocas de fumo da comunidade

Por O Dia

Portal dos Procurados aumenta recompensa pelo chefe do tráfico o traficante Dão da ProvidenciaDivulgação

Rio - O Portal dos Procurados aumentou, nesta sexta-feira, o valor da recompensa para R$ 5 mil, por informações que levem a prisão do suspeito de chefiar o tráfico de drogas no Morro da Providência, no Santo Cristo, na Zona Portuária. Antes, o valor era de R$ 2 mil. Evanilson Marques da Silva, o Dão da Providência, assumiu o controle das bocas de fumo da comunidade depois que seu irmão Leonardo Marques da Silva, o Sapinho, foi preso.

Dão é suspeito de coordenar um assalto um setembro de 2006, à Viação São Sebastião, na Gamboa, de onde foram levados R$ 55 mil. Ele ainda era investigado pelo Centro de Inteligência da Marinha (CIM) por suposto envolvimento no ataque e roubo de um fuzil FAL de um sentinela no 1º Distrito Naval, na Praça Mauá, em 2002.

Em outubro do mesmo ano, uma série de atentados que aterrorizaram a cidade, com ataques ao Palácio Guanabara, ao Shopping Rio Sul e à 6ª DP (Cidade Nova), foi planejada pela cúpula do tráfico, numa casa no alto da Favela da Rocinha, em São Conrado. 

Ele foi preso em 2003, mas, por falta de provas, a Justiça determinou sua libertação. Na ocasião, Dão apresentou contracheque de estivador, para se dizer trabalhava como estivador do Cais do Porto. Três anos depois, o suspeito foi preso, por força de um mandado de prisão, por policiais da Polinter, com informações passadas ao Disque-Denúncia, quando ouvia funk na sua casa. Dentro da residência, havia três granadas, munição de pistola e uma metralhadora Uzi. Ele foi solto em 2011.

Na noite desta quarta-feira, um policial militar foi morto e outros dois ficaram baleados durante uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Morro da Providência. De acordo com a PM, um sargento, foi atingido na cabeça e não resistiu.

Um soldado foi atingido no cotovelo e está fora de perigo. Já um outro soldado, foi baleado no peito e está em estado estavél. Os feridos foram levados para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, na Zona
Norte.

Contra Dão costam dois mandados de prisão, expedidos pela 40ª e 42ª Varas Criminais, pelos crimes de Corrupção de Menores, tráfico de drogas e condutas afins; associação para a produção e tráfico; aumento de pena por tráfico ilícito de drogas. Ele também possui 11 anotações criminais por: tráfico de drogas, roubo, homicídio, quadrilha ou bando, corrupção de menores, sequestro, posse de armas de uso restrito.

Quem tiver informações que possam ajudar na prisão de Evanilson Marques da Silva, o Dão, pode denunciar pelo WhatsApp ou Telegram (21) 96802-1650, ou ligar para o atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177.

Últimas de Rio De Janeiro