Professores da Uerj votam a favor do adiamento do vestibular de 2017

Proposta será encaminhada à sessão extraordinária do Csepe. Docentes e alunos estão em greve há três meses

Por O Dia

Rio - Em greve há três meses, os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) votaram a favor, nesta quarta-feira, do adiamento do vestibular de 2017. Divulgada na página do movimento "Ocupa Uerj" no Facebook, a decisão foi tomada durante uma assembleia promovida pela Associação dos Docentes da Uerj (Asduerj). Agora, a proposta será encaminhada à sessão extraordinária do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Csepe) para passar pela aprovação.

Professores da Uerj decidem adiar vestibular%2C mas medida será ainda aprovada pela administração da universidadeReprodução Facebook

Na manhã desta quarta-feira, os estudantes da faculdade já haviam realizado um protesto na porta da instituição, que fechou a Avenida Radial Oeste, no Maracanã, na Zona Norte. Eles reclamaram do descaso com a universidade e o Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe).

LEIA MAIS

Estudantes da Uerj protestam e fecham Avenida Radial Oeste

?Hackers invadem o site oficial da Uerj

?Professores da Uerj entrarão em greve a partir da próxima segunda-feira

Em greve desde o dia 7 de março, a universidade permanece no mesmo patamar de dois meses atrás, sem qualquer sinalização de melhorias por parte do governo. Ainda não houve nenhuma negociação do executivo estadual com as categorias que fazem parte do movimento — professores, estudantes, técnico-administrativos, terceirizados e contratados.

Procurada, a Uerj não se posicionou sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

Últimas de Rio De Janeiro