Auto Viação Bangu fecha as portas e centenas são demitidos

Desde segunda-feira, pelo menos 600 funcionários fizeram greve na empresa

Por O Dia

Rio - Pelo menos 800 rodoviários da Auto Viação Bangu serão demitidos, nesta quinta-feira, segundo o Consórcio Santa Cruz. A empresa, em greve desde a última segunda-feira, foi fechada. A informação foi confirmada pela Rio Ônibus, o sindicato das empresas do setor. Na ocasião, 600 funcionários cruzaram os braços na porta da Viação Bangu.

A frota da Bangu representa pouco mais de 10% da oferta de transporte na região, segundo a Rio Ônibus. O consórcio alegou dificuldades financeiras para fechar a empresa, justificando que o transporte clandestino feito por vans e a crise financeira contribuíram para a ocasião. A Viação Bangu é a quinta empresa de ônibus da Zona Oeste a fechar as portas em 1 ano.

Segundo a Rio Ônibus, um plano de contingência será feito para atender os passageiros da Zona Oeste ainda nesta quinta-feira. Não há detalhes, no entanto, da ação.

Como nas ocasiões anteriores, o consórcio atua, junto ao Rio Ônibus, numa negociação com o Sindicato dos Rodoviários (Sintraturb) para assegurar o pagamento dos salários atrasados e das verbas rescisórias correspondentes ao desligamento coletivo dos funcionários da Viação Bangu.

Últimas de Rio De Janeiro