Confira as mudanças no Centro do Rio

Mesmo com placas sinalizando as mudanças e agentes de trânsito para orientar, muitos motoristas e pedestres foram pegos de surpresa nesse sábado

Por O Dia

Rio - O primeiro dia das mudanças no trânsito, que alteraram as rotas de 180 linhas de ônibus no Centro, deixou muita gente perdida ontem na região. As modificações, que fazem parte da preparação para o início da circulação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), previsto para o próximo dia 22, devem ser definitivas e o carioca precisará se acostumar com elas.

Mesmo com placas sinalizando as mudanças e agentes de trânsito para orientar, muitos motoristas e pedestres foram pegos de surpresa nesse sábado. A aposentada Elcia França, de 54 anos e seu marido Luiz Claudio, de 50 anos, moram no Humaitá e já estavam há meia hora procurando o ponto certo para pegar um ônibus para a Zona Sul. “Soube que teriam mudanças no trânsito, mas não sabia que já era hoje. Os guardas não sabem informar sobre os ônibus e não tem mais ninguém para orientar. Como vai ser na segunda (amanhã)?”, indagou.

Desde ontem, as linhas 202, 217, 226, 232, 249, 292, 309, 415, 443, 455, 2145, 2251, 2342, 2343, 2344, 2345 e troncal 8 deixaram de passar pela Avenida Rio Branco e seguem o itinerário na Avenida Passos, Rua da Carioca e Avenida Nilo Peçanha. A troncal 4 também mudou de rota e segue agora pela Avenida Passos, Avenida República do Paraguai, Rua Visconde de Maraguape, Rua Teixeira de Freitas. Só permanecem na Rio Branco as linhas 011, 422 e Troncais 1, 3 e 5.

Outra mudança importante foi a reabertura da Av. Rio Branco para carros de passeio, no trecho entre Presidente Vargas e Nilo Peçanha, que ficou com três faixas, uma exclusiva para as linhas troncais. Os carros que trafegarem pelo trecho da Rio Branco não podem entrar na Rua Buenos Aires, pois os veículos não podem cruzar a faixa exclusiva de ônibus. Entretanto, ontem, à tarde, as faixas ainda não tinham sido pintadas no chão e a via estava liberada. Táxis também estão impedidos de circular na faixa exclusiva para ônibus.

Últimas de Rio De Janeiro