PM mantém escolta em colégio ocupado

Unidade passou a ficar 24h por dia em frente ao colégio; ocupantes dizem que nada é feito para reprimir ataques

Por O Dia

Rio - Desde que os estudantes do Ocupa Mendes retomaram o Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, após invasão, na quarta-feira, pelos integrantes do Desocupa, a sensação de que a qualquer momento haverá novos ataques assusta constantemente os ocupantes. Aluno do 3º ano e representante do movimento Ocupa Mendes, Alessandro Ribeiro, 17, diz que desde sexta-feira a escola tem sido alvo de pedradas e tijoladas de hora em hora.

Uma unidade da PM passou a ficar instalada 24h por dia desde sexta-feira em frente ao colégio, mas ocupantes dizem que nada é feito para reprimir esses ataques. “Não conseguimos mais dormir. Antes havia um diálogo com os integrantes do Desocupa, agora eles só respondem com violência”, comenta Alessandro.

Alunos denunciam que colégio vem sendo apedrejado desde sextaSeverino Silva / Agência O Dia

A PM informou que desconhece esses ataques recorrentes e afirma que o clima no local é de tranquilidade. A corporação também informa que a área do colégio é muito grande e não se sabe de que lado esse pessoal estaria atacando.

Últimas de Rio De Janeiro