Trem do Corcovado vai abrir mais cedo e fechar mais tarde nas Olimpíadas

Vendas de bilhetes, a partir de julho, só pela Internet

Por O Dia

Cristo RedentorBruno de Lima / Agência O Dia

Rio - A partir de julho, os ingressos para o Cristo Redentor serão vendidos apenas através da internet, em agências dos Correios ou casas lotéricas — são 30  mil pontos de vendas — e não mais na Estação do Cosme Velho, Zona Sul da cidade. O monumento foi eleito uma das Sete Maravilhas do mundo moderno.   Com vários investimentos previstos até para o ano que vem, os responsáveis pelo local esperam que um milhão de pessoas visitem o Cristo Redentor, um público 20% maior que o atual.

Outra novidade é que durante os Jogos Olímpicos, o Trem do Corcovado vai abrir mais cedo, às 8h, e fechar mais tarde, às 21h.

Com o novo modelo de venda de bilhetes, o presidente do Trem do Corcovado, Sávio Neves, acredita que 80% deles serão comprados pela Internet. Atualmente, segundo ele, 70% das vendas são de bilheteria e apenas 30%, pela web. A ideia é modernizar o sistema e facilitar o gerenciamento de visitação, já que todos os ingressos serão vendidos com hora marcada.

Com a venda dos tíquetes pela Internet, a administração do Trem do Corcovado pretende também diminuir ação dos cambistas, que hoje representa 4% das vendas dos bilhetes. "A nova plataforma de atendimento traz conforto para os visitantes, facilitando a aquisição do bilhete. Estamos atendendo aos pedidos dos turistas e, principalmente, dos cariocas, para comprar os bilhetes pela internet com hora marcada. Vai funcionar igual ao check-in dos aeroportos”, explicou Neves.

Para o secretário estadual de Turismo, Nilo Sérgio, essa modernização na venda dos tickets chegou em bom momento e era necessária. "No Rio, o ponto turístico mais visitado é o Cristo Redentor. Dos 6,4 milhões de visitantes que vêm para o Brasil, 34% escolhem o Rio. São esperados 540 mil visitantes entre atletas, turistas e jornalistas, na Olimpíada", contou Nilo.

A estação está sendo reformada e vai ganhar seis novos trens previstos para chegarem no ano que vem. Até o momento, de acordo com Neves, estão sendo gastos R$ 25 milhoes só nas melhorias, além de R$ 100 milhões destinados à compra dos novos bondes.

"Muitas melhorias virão, já previstas no novo contrato de concessão do trem. O objetivo é dar mais conforto para os moradores e visitantes, evitando que cheguem na estação sem disponibilidade de bilhete”, destacou Ernesto Castro, diretor do Parque Nacional da Tijuca.

As melhorias no sistema Trem do Corcovado preveem ainda o lançamento de um aplicativo para celular para facilitar ainda mais a aquisição dos bilhetes.

Além de investimentos na modernização do sistema tecnológico, a concessionária, que renovou a concessão em 2014 por 25 anos, reforçou a equipe de atendimento e espera aumento no lucro. "Nossos investimentos são de R$ 1,2 milhão em maquinário”, revelou o presidente.

Entre as reformulações, estão também parceria do Trem do Corcovado com a RioÔnibus, sindicato que representa as empresas de ônibus, para dar mais flexibilidade no transporte público e no estacionamento aos visitantes do monumento. A ideia é fazer com que o terminal rodoviário do Cosme Velho atenda toda essa demanda.

Na alta temporada, os ingressos custam R$ 68 (inteira), na baixa R$ 56 (inteira). O site tremdocorcovado.rio informa que sábados, domingos e feriados são considerados alta temporada. Mais informações em tremdocorcovado.rio

 

Matéria da estagiária Julianna Prado

Últimas de Rio De Janeiro