Polícia identifica autor de mensagens racistas em rede social à Ludmilla

Acusado será indiciado por crime de injúria preconceituosa

Por O Dia

À imprensa%2C ele nega ser o autorSandro Vox / Agência O Dia

Rio - Em depoimento à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), Hélder Santos, de 31 anos, confessou o crime de injúria racial contra a cantora Ludmilla, informou o o titular da especializada,Alessandro Thiers. Segundo o delegado, o autor será indiciado pelo crime e poderá pegar até quatro anos de prisão. O caso será encaminhado à Justiça e Hélder responderá em liberdade. 

Thiers informou ainda que o criminoso disse ser fã da artista. “Tinha música dela no celular”, comentou. Na saída da DP, Hélder, ao ser questionado pela imprensa sobre o ato preconceituoso na rede social, respondeu que a ofensa não foi de sua autoria, mas sim alguém usando sua conta. “Não sou preconceituoso. Eu adoro a Ludmilla”, respondeu. Thiers também recomendou que a sociedade preste atenção antes de escrever qualquer coisa na internet. “A pessoa não pode tratar a internet como local de desabafo”, disse.

Ludmilla sofre ataque racista na web e diz que vai processar: 'Vou até o fim'

Ludmilla sofre ataque racista na webReprodução Internet

?Reportagem da estagiária Carolina Moura

Últimas de Rio De Janeiro