Morre aos 91 anos o deputado estadual Gerson Bergher

Político sofreu uma parada cardíaca. Ele estava internado há três meses, no Hospital Samaritano, em Botafogo

Por O Dia

Rio - Gerson Bergher morreu vítima de uma parada cardíaca na manhã desta segunda-feira. Filiado ao PSDB, o deputado estadual tinha 91 anos e tratava problemas cardíacos no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul da cidade, onde estava internado há três meses.

Teresa Bergher lamentou numa rede social a morte do marido. Eles estavam juntos há 32 anos. "Amigos, comunico o falecimento do meu amor Gerson Bergher", escreveu a vereadora do Rio, informando ainda o local de sepultamento de seu parceiro: "Eu, Ary e Ariel convidamos para o sepultamento, às 14 horas, no cemitério Israelita, no Caju".

Gerson BergherDivulgação

TRAJETÓRIA

Gerson Bergher se formou na Faculdade Nacional de Medicina (UFRJ), em 1948, mas não foi na medicina que seguiu carreira. Sua veia política pulsou mais forte. Em 1960, se filiou ao PSB e participou da eleição que elegeu os deputados constituintes. Vencedor, ele participou da assembleia que elaborou a Lei Magna do recém-criado Estado da Guanabara. Foi reeleito, seguindo para um segundo mandato.

O político foi eleito três vezes consecutivas vereador da cidade do Rio de Janeiro (1993-1996, 1997-2000 e 2001-2004, inicialmente pelo PSDB e depois pelo PFL), vindo a ocupar a Presidência daquela Casa. Em 2004, elegeu vereadora sua mulher, Teresa Bergher, filiada ao PFL.

Últimas de Rio De Janeiro