Polícia continua procurando suspeitos de envolvimento em caso de estupro

Duas pessoas foram presas e cinco estão foragidas

Por O Dia

Rio - Agentes da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) continuam realizando diligências nesta terça-feira para localizar os cinco suspeitos de envolvimento no caso de estupro coletivo de uma jovem de 16 anos, em uma comunidade da Praça Seca, na Zona Oeste. As buscas ocorrem em diversos pontos do Rio.

Delegada responsável pelo caso, Cristina Bueno chegou à DCAV por volta das 10h20 e disse que não poderia dar mais informações sobre o caso, uma vez que poderia atrapalhar nas investigações. Ontem, duas pessoas foram presas. Raí de Sousa, 22 anos, se entregou à polícia e confessou ser o autor das imagens que mostra a adolescente nua e desacordada na cama. O jogador Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, também foi preso.

Os suspeitos foragidos que já tiveram a identidade revelada pela polícia são Marcelo Miranda Correa, que teria divulgado as imagens onde a jovem aparece desacordada, Raphael Assis Duarte Belo, visto numa foto tirando um selfie com a garota, Sérgio Luiz da Silva Júnior, o "Da Rússia", apontado como chefe do tráfico do Morro do Barão, e Michel Brasil da Silva, também suspeito de divulgar o vídeo. O quinto suspeito identificado ontem ainda não teve a identidade revelada.

LEIA MAIS: Polícia identifica sétimo suspeito de participar de estupro coletivo

OPERAÇÃO NA PRAÇA SECA

Cerca de 40 policiais participam de uma operação, na manhã desta terça-feira, de repressão ao tráfico de drogas e ao roubo de veículos e de cargas, no Morro São José Operário, na Praça Seca, Zona Oeste da cidade. Ao todo, agentes utilizam um veículo blindado, oito viaturas tipo blazer, cinco Voyage e duas motos. Não foi registrada troca de tiros durante a chegada dos agentes, por volta das 5h. Ainda não há saldo da operação.

Últimas de Rio De Janeiro