PF desarticula esquema de fraude em escritório de contabilidade em Caxias

Policiais cumprem três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira uma operação para desarticular um esquema milionário de fraudes fiscais executado por um escritório de contabilidade, situado em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. O prejuízo estimado aos cofres públicos é de mais de R$ 2,5 milhões.

Policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal. As investigações apontam que a fraude, iniciada em 2012, ocorria, basicamente, por meio de lançamentos de despesas irregulares e lançamentos de dependentes inexistentes nas declarações de renda de diversos contribuintes, com a finalidade de reduzir o imposto a ser pago e receber restituições indevidas.

Os envolvidos serão indiciados por crime contra a ordem tributária, previsto na Lei nº 8.137/90, cuja pena varia de 2 a 5 anos de prisão. Em relação aos sócios do escritório de contabilidade, estes poderão ser indiciados, também, por associação criminosa, cuja pena pode variar de 1 a 3 anos de reclusão.

A operação, realizada com apoio da Receita Federal e do Ministério Público Federal, foi batizada de Tamises, uma espécie de peneira metálica, feita com uma malha fina. Na Receita Federal do Brasil, "malha fina" é um processo de verificação de inconsistências das declarações do imposto de renda das pessoas física e jurídica, responsável pela detecção de fraudes.

Últimas de Rio De Janeiro