Concorrente do Uber chega ao Rio e oferece serviço de mototáxi

Valores das corridas são 60% menores que dos táxis, segundo empresa. Quem usar mototáxi receberá toucas higiênicas para evitar o cheiro de suor que fica nos capacetes

Por O Dia

O T81 oferece carona de carro%2C como o Uber%2C e de mototáxiReprodução Internet

Rio - O Uber e os taxistas, que brigam pela preferência dos passageiros na cidade, ganharam um novo concorrente nesta segunda-feira. E o aplicativo tem um diferencial que pode fazer a alegria de muitas pessoas que tentam fugir do caos que é transitar pelos ruas congestionadas do Rio: o serviço de mototáxi.

A T81, assim como o Uber, oferece carros executivos e populares aos passageiros através do aplicativo, disponível nas plataformas Android e IOS. Todos os veículos possuem quatro portas, ar-condicionado e têm até oito anos de uso. Água e balas são servidas aos clientes. Quem está se cadastrando no serviço aqui no Rio está ganhando um cupom de R$ 30 de desconto na primeira viagem, válido até o dia 11 de junho. 

Segundo a empresa, os valores das corridas são 60% menores que dos táxis. A bandeirada das viagens com carros convencionais será de R$ 2, com acréscimo de R$ 1,60 por quilômetro rodado. Já nos carros executivos é de R$ 3 e aumento de R$ 1,99 por quilômetro rodado. O pagamento pode ser feito tanto no cartão de crédito quanto em dinheiro.

O grande diferencial do serviço é o transporte de passageiros em mototáxis. No caso da moto, o valor mínimo será R$ 1,90 e o preço do quilômetro rodado é de R$ 0,92. Os passageiros receberão toucas higiênicas para evitar o cheiro de suor que fica nos capacetes.

Visando pela segurança dos passageiros, segundo a T81, motoristas e mototaxistas parceiros passam por rigorosa análise de perfil para cumprir critérios estabelecidos pela empresa. É necessário ser maior de 18 anos para se cadastrar como parceiro, possuir CNH válida para carro (categoria B) e moto (categoria A), apresentar certidão isenta de antecedentes criminais e ser aprovado em testes e cursos internos da empresa.

O serviço também exige que os motoristas estejam em dia com o seguro DPVAT e devidamente licenciado. A cada 90 dias, a T81 realiza vistorias presencias, seguindo critérios objetivos de conforto e segurança aos passageiros. 

Últimas de Rio De Janeiro