Tocha olímpica chega ao Nordeste

Revezamento já teve festa junina e carnaval fora de época. Trajeto inclui atletas e paratletas

Por O Dia

Rio - Depois de entrar no clima de São João em Pernambuco, ao passar por Caruaru, a capital nacional das festas juninas, a tocha olímpica chegou ao Ceará. Em Fortaleza, décima capital a receber o revezamento, a chama iniciou o trajeto no gramado da Arena Castelão, pelas mãos do paratleta cearense Carlos Alberto Maciel, o Betão, nadador recordista dos 100 metros peito. “É uma sensação indescritível, parece que estou no final de uma paralimpíada. Estou levando o simbolismo da Olimpíada e da Paralimpíada, que são paz, amor, dedicação e superação, tudo representado nesse fogo”, disse.

O trajeto, que passou pela orla revitalizada e terminou com shows na Praia de Iracema, teve também a participação da dupla do vôlei de praia Adriana Behar e Shelda e dos vocalistas da banda Aviões do Forró, Xandy e Solange Almeida. Na vizinha cidade de Aracati, bonecos do bloco Universo Negro foram para as ruas, mesmo fora de época, para prestigiar a chama olímpica. A vizinha Aquiraz também recebeu o comboio nesta terça-feira.

Da Arena Castelão%2C paratleta parte com a chama para trajeto em Fortaleza. Adriana Behar e Shelda participamDivulgação

Único atleta cearense já classificado para os Jogos Paralímpicos, competindo no tênis de mesa, David Brasilino, de 38 anos, foi um dos condutores da chama. “É uma sensação ímpar, um momento histórico, tanto na minha vida pessoal quanto na minha vida como atleta”, contou. Treinando para a Rio 2016, ele acabou de ser campeão mundial de tênis de mesa paralímpico por equipes. O campeonato ocorreu em Bratislava, na Eslováquia, onde competiu contra os mesmos atletas com quem irá competir nos Jogos.

Nesta terça-feira, em Aquiraz, cada ponto de troca de condutores teve atrações culturais locais. Mulheres da Associação das Rendeiras da Prainha produziam suas rendas, integrantes da Associação Cultural de Capoeira da Prainha jogavam capoeira, os índios da Aldeia indígena Jenipapo Kaninde mostravam suas tradições e a dança do coco do grupo folclórico Raiz Cultural do Iguape rolava solta.

Nesta quarta-feira é a vez de mais cinco cidades cearenses. Caucaia, Itapajé, Irauçuba, Forquilha e Sobral prepararam diversas atrações para recepcionar a chama olímpica. Manifestações culturais típicas, artesanato, teatro e música estão na programação deste 37º dia do revezamento, que contará com 112 condutores e percorrerá um total de 276 quilômetros, somando os deslocamentos do comboio.

Em Sobral, quadrilhas juninas vão embalar a população. Personalidades locais, como o humorista Diego Jovino, criador do Suricate Seboso, personagem virtual que representa o cearense com bom humor, na figura do mamífero africano, será um dos condutores da tocha hoje. Até o dia 5 de agosto, a chama vai passar por 327 cidades. Amanhã, segue para o Piauí e no sábado, chega a Tocantins. A partir de domingo, a chama vai percorrer o Maranhão e no dia 15 chega à Região Norte, na capital Belém do Pará.

Últimas de Rio De Janeiro