Unidades de saúde têm vagas sobrando para hemodiálise na Baixada

Clínicas funcionam em parceria com a prefeitura, responsável pelo transporte dos pacientes com dificuldades de locomoção

Por O Dia

Procedimento filtra o sangueDivulgação

Rio - Unidades de saúde com atendimento para pacientes que precisam de hemodiálise gratuita e com sobra de 150 vagas por dia. Nem parece verdade, mas é o que acontece em Queimados, na Baixada. O município possui duas unidades conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) que, juntas, atendem a quase 300 pacientes.

As clínicas de hemodiálise funcionam em parceria com a prefeitura, responsável pelo transporte dos pacientes com dificuldades de locomoção. O Instituto Nefrológico de Queimados (INQUE), na Vila Pacaembu, atende a 180 pacientes por mês e tem 30 vagas disponíveis. Já no Centro Nefrológico de Queimados (NEFRO), no Centro, são 72 pessoas atendidas e sobram 122 vagas. Ambas funcionam em três turnos, das 6h às 21h.

Segundo a enfermeira responsável técnica do INQUE, Bruna Lopes, geralmente, é o setor de regulação do Estado que encaminha os pacientes. “O procedimento é necessário quando a pessoa perde as funções renais. Na hemodiálise, uma máquina limpa e filtra o sangue, parte do trabalho que o rim doente não consegue fazer.

Últimas de Rio De Janeiro