Casais preparam surpresas inusitadas para gastar menos no Dia dos Namorados

Saara deve ter movimento igual a 2015

Por O Dia

Rio - Com produtos eróticos, tradicionais e uma boa conversa, comerciantes tentam aumentar as vendas para o Dia dos Namorados. E os casais carregam na criatividade para não gastar muito. Uma jovem de 21 anos buscava na Saara, ontem, produtos inusitados para esquentar a data. Ela pretendia comprar cinco presentes para aguçar cada um dos sentidos humanos. “Já comprei chicotinho e óleo de massagem. Ainda falta”, contou. As vendedoras da loja comentaram que esses produtos, além de algemas e outros que apimentam a relação, têm sido os mais procurados.

Casado há quatro anos%2C Jorge Otavio vai presentear a esposa%2C Tatiana Cristine%2C com joias de diferentes tiposSandro Vox

Dona de uma loja que vende acessórios femininos, Gabriella Acioli trabalha com o marido, Tarcísio Apollo, com quem é casada há 21 anos. Segundo ela, os homens entram no estabelecimento desorientados e as vendedoras sabem converter o desespero em vendas, principalmente de bolsas. “Eu digo que elas devem atacar os clintes porque eles estão perdidos”, brincou. Além de vender, o casal se preocupa com as próprias compras. Gabriella dará aliança nova ao marido. “A dele está apertada”, explicou. Agora o presente é surpresa até Tarcísio ler a reportagem.

Gabriela Chaves, 30 anos, vai espalhar pétalas com essência de morango no quarto onde vai comemorar o Dia dos Namorados com o maridão, em Itaboraí. Ela comprou também flores vermelhas.

Casados há quatro anos, Tatiana Cristine e Jorge Otavio saíram juntos para escolher os presentes dela. Compraram cordão, anel e brinco, que serão usados no jantar do dia 12. E onde vai ser o jantar? “Esta é a surpresa dele”, comentou Tatiana.

Horário estendido para aumentar vendas

O presidente do Pólo Saara, Toni Haddad, explicou que a expectativa é que o volume de vendas este ano seja no mesmo patamar do ano passado. Ele destacou que os produtos mais procurados para o Dia dos Namorados geralmente são lingeries, joias, bijuterias, perfumes e vestuário. Estes segmentos, de acordo com ele, costumam ter um aumento entre 15% e 20% na semana que antecede o dia 12.

As vendedoras Elizângela e Alda exibem produtos eróticos da loja Sandro Vox

Outra tendência é que no sábado, véspera da data, a procura cresça consideravelmente. Esta expectativa e o fechamento da pista da direita da Avenida Presidente Vargas no sentido Candelária para estacionamento a preço popular devem alavancar as vendas na reta final das compras para o Dia dos Namorados.

“O estacionamento dobrou o número de vagas e já beneficiou significativamente o comércio”, apontou Haddad. Neste sábado, as lojas devem estender um pouco o horário de atendimento, funcionando até as 15h.

A professora de História Susana Morais, de 39 anos, está deixando a decisão do presente para as últimas hoas. Procurou ontem bichinhos de pelúcia para presentear Fernando, seu companheiro há dois anos. “Já vi cueca, camiseta, bichinho. Acho que vou preferir para os bichinhos de pelúcia mesmo”, comentou Susana. 

Reportagem do estagiário Caio Sartori

Últimas de Rio De Janeiro