Morre Sampaio Araújo querido garçom do Bar Rio Barcia

Sampaio sofreu um AVC fulminante, para tristeza dos funcionários do estabelecimento, onde trabalhou por 12 anos

Por O Dia

Sampaio trabalhou por 12 anos no Bar Rio Barcia Bruno Menezes

Rio - “Alô Sampaioooo!”. Era só chamar assim, que o garçom cearense, Francisco Sampaio Araújo, de 50 anos, o mais querido dos jornalistas do Rio, abria um largo sorriso e, na maior calma, atendia sempre de bom humor os frequentadores do Bar Rio Barcia, na Rua do Riachuelo, na Lapa.

No dia 3, Sampaio sofreu um AVC fulminante, para tristeza dos funcionários do estabelecimento, onde trabalhou por 12 anos.

“Sampaio tinha sempre uma cerveja gelada e uma história quente, que contava com um risinho maroto”, resume o jornalista Marlos Mendes, autor do famoso grito, lembrando que Sampaio só bebia com os amigos depois do expediente, em outros bares.

“Perdemos um excelente companheiro de trabalho”, lamentou o cozinheiro Antônio Andrade. Sampaio, enterrado no Cemitério do Catumbi,deixou mulher e um filho.

Últimas de Rio De Janeiro