Por segurança, Correios vai implantar agência móvel em São João de Meriti

Contêiner deve ser instalada nos próximos meses em praça. Município está em estado de emergência há 13 dias

Por O Dia

Rio - A escalada da violência em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, onde foi decretado estado de emergência há 13 dias, obrigou até os Correios a mudar sua rotina. Para garantir a segurança dos carteiros e evitar a entrada em áreas de risco, a empresa antecipou nesta segunda-feira que vai implantar provisoriamente uma agência móvel para a entrega de encomendas. Um contêiner deve ser instalado nos próximos meses numa praça do centro da cidade. A entrega de correspondências (cartas, boletos bancários, faturas e telegramas) continua sendo feita normalmente por não ter valor comercial e não ser alvo de assaltos.

Ato público pela paz reuniu milhares de pessoas ontem na cidade%3A jovens simulavam vítimas de violênciaDivulgação

Nesta segunda-feira, cerca de 100 mil pessoas, de acordo com estimativa da prefeitura, fizeram uma manifestação pacífica pedindo mais segurança para a cidade. O ‘Meriti pela Paz’ começou na Praça José Amori, em Jardim Meriti e passou pela Rodovia Presidente Dutra, que teve uma faixa da pista sentido São Paulo ocupada por mais de um quilômetro. Uma multidão aderiu e foi vestida de roupa branca ao ato, que culminou na soltura de pombas e bolas brancas. Alguns jovens deitaram no chão e, manchados de tinta vermelha, simulavam pessoas mortas a tiros.

Moradores que acompanhavam o ato do terraço e das janelas de casa sacudiram camisas e panos brancos em apoio. Cartazes de manifestantes também chamavam atenção: ‘Diga não à violência’, ‘Respeite meus cabelos brancos’ e ‘Minha casa, minha agonia. Vivemos com medo’.

“Ainda não tivemos uma resposta da PM e da Secretaria de Segurança Pública. No dia 27, vamos fazer uma reunião para avaliar a situação da cidade. Até uma simples entrega de encomendas é complicada por causa do tráfico”, disse o prefeito Sandro Matos.

Em nota, os Correios informaram que de março a maio de 2016, o índice de assaltos a carteiros na capital e Região Metropolitana diminuiu 26,75%, se comparado com o mesmo período de 2015.

Últimas de Rio De Janeiro