Em ação, PF prende quatro pessoas do Conselho Federal de Odontologia

Policiais apreenderam ainda R$ 250 mil e seis carros de luxo. Operação investiga desvios de recursos da autarquia

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal prendeu quatro pessoas da alta cúpula do Conselho Federal de Odontologia, nesta terça-feira, durante a Operação Tiradentes, que combate desvios na autarquia. Entre os presos está o presidente do conselho, no Mato Grosso do Sul; um ex-tesoureiro, em São Paulo; um ex-conselheiro, no Amazonas; e o chefe do Setor de Compras, em Niterói.

Durante a ação, que ocorreu em cinco estados, os agentes apreenderam R$ 250 mil e seis carros de luxo. Os crimes investigados são peculato, estelionato qualificado, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

PF apreendidos ainda R%24 250 mil em dinheiro e seis carros de luxoDivulgação

Segundo a PF, há fortes indícios de que conselheiros e funcionários desviavam recursos públicos do CFO. As fraudes consistiam no ressarcimento de despesas inexistentes, no pagamento indevido de diárias e na contratação irregular de serviços. O valor total com as despesas e as contratações pode passar dos R$ 30 milhões. os desvios devem ultrapassar os R$ 5 milhões.

Últimas de Rio De Janeiro