Portal dos Procurados oferece R$ 3 mil pelo paradeiro de traficante resgatado

Cartaz oferece R$ 3 mil para capturar bandido que foi resgatado por bando armado

Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados divulgou neste domingo cartaz com recompensa de R$ 3 mil reais, por informações que levem à prisão do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o "Fat Family", que estava internado sob custódia no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e que foi resgatado na madrugada deste domingo por traficantes, armados com fuzil e granadas. 

Portal dos Procurados oferece R%24 3 mil por paradeiro de Fat FamilyDivulgação

O Hospital Municipal Souza Aguiar, principal emergência da cidade e referência para emergências durante as Olimpíadas do Rio viveu momentos de guerra e horror na madrugada deste domingo, quando 25 homens fortemente armados invadiram o hospital, mataram um homem que buscava atendimento e feriram duas pessoas. O objetivo era resgatar Fat Family, apontado como o chefe do tráfico do Morro Santo Amaro no Catete. O traficante, que havia sido preso no dia 13, já está de volta às ruas.

Fat Family foi preso no último dia 13 por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Decod). Como foi ferido na cabeça durante a operação policial, ele estava internado desde segunda-feira sob custódia policial. Fat Family é irmão do traficante Marco Antônio Pereira Firmino da Silva, o My Thor, que está preso em presídio federal.

A Polícia Civil agora analisa câmeras de segurança para tentar identificar os criminosos. Muitos, segundo testemunhas, estavam usando toucas ninjas. Quem tiver informações que possam levar a prisão do traficante, denuncie pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram telefone (21) 96802-1650, pelo facebook (inbox) – endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, e também pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177.

Um morto e dois feridos

Ronaldo Luiz Marriel, 35 anos, foi morto durante a invasão. Ele havia se machucado na testa em uma briga em boate na Lapa e procurou atendimento médico na emergência do Souza Aguiar. Ele e o amigo, o PM Fábio Ferreira da Silva, chegaram ao hospital no momento em que os bandidos deixavam o local. O carro de Ronaldo foi alvejado por vários disparos. Ele morreu e Fábio ficou ferido e foi socorrido ali mesmo no Souza Aguiar, onde passou por cirurgia. O técnico de enfermagem Júlio César dos Santos Basílio também foi ferido e levado para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI). O estado de saúde dele é grave.

A polícia suspeita que um advogado teria ido ao local durante a madrugada pelo menos umas quatro vezes e arquitetato todo o plano da invasão. Há informações de que a polícia teria sido informada de uma possível ação na unidade. A Divisão de Homicídios isolou o local para fazer perícia.


Últimas de Rio De Janeiro