Eduardo Paes pede desculpas a atleta por assalto no Aterro

Velejadora paralímpica da Austrália e uma integrante da delegação do país tiveram as bicicletas roubadas

Por O Dia

Rio - O prefeito Eduardo Paes se desculpou publicamente nesta terça-feira com a velejadora paralímpica australiana, Liesl Tesch. Ela foi assaltada, no domingo, quando passeava de bicicleta pelo Aterro do Flamengo. “Eu lamento. É inaceitável que isso aconteça não só com ela, mas com qualquer cidadão. A gente sabe os desafios que o Rio passa pela segurança. Eu só posso me desculpar com essa atleta em nome da cidade do Rio de Janeiro”, disse Paes.

Por meio das redes sociais, a velejadora relatou que estava com a oficial da equipe de vela do país, Sarah Ross, e tiveram as bicicletas roubadas. “Algumas coisas não acontecem frequentemente na vida... como ser assaltada à mão armada no final de uma pedalada pela manhã na orla!”, disse a atleta.

De acordo com informação da página da delegação, as duas foram abordadas por uma dupla armada em um ponto de ônibus perto do hotel onde elas estavam.

Atleta Liesl Tesch durante treinamento de vela Reprodução Twitter

Após receber a notícia do assalto, o presidente da equipe de vela da Austrália, Matt Carroll, disse que as autoridades australianas vão trabalhar garantir segurança à equipe. “Os comitês assim como a Polícia Federal australiana continuarão a trabalhar para garantir que a nossa equipe tenha nível de segurança adequado no período que antecede e durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos”, afirmou o presidente, em nota ao site Australian Sailing Team.

Na página da equipe, a embaixada do país ofereceu apoio e disse que o incidente já foi relatado à polícia turística.

Segundo informações da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), foi instaurado procedimento para apurar o crime ocorrido no Parque do Flamengo, quando dois homens roubaram as bicicletas de duas turistas australianas. Segundo a Polícia Civil, estão sendo realizadas diligências para as investigações.

Últimas de Rio De Janeiro