TJ determina transferência de 15 presos que comemoraram fuga de Fat Family

Detentos serão levados para presídios federais fora do estado

Por O Dia

Rio - O Tribunal da Justiça do Rio determinou a transferência de 15 presos que estão no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. A decisão foi expedida pelo juiz Eduardo Oberg, da Vara de Execuções Penais, nesta terça-feira. Os detentos serão transferidos para presídios federais fora do Rio. O caso foi noticiado pelo DIA nesta terça-feira com exclusividade. 

De acordo com o magistrado, as gravações de áudio em comemoração pelo resgate do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, mais conhecido como “Fat Family”, recebidas pelo tio do criminoso dentro da cadeia, evidenciam a necessidade de desarticulação imediata da quadrilha e seu constante monitoramento de modo rigoroso.

Traficante Fat Family estava internado sob custódia no Hospital Municipal Souza AguiarDivulgação

Além disso, diante da informação de uma suposta festa que teria acontecido nas galerias da prisão depois da fuga de “Fat Family”, o juiz determinou a abertura de dez procedimentos investigatórios e de inquéritos na Delegacia de Homicídio (DH) e na Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) para apurar as denúncias de entrada de lanches na unidade na ocasião, além dos celulares, roteador de 8kg (que possibilitava comunicação via wi-fi livre na região) e munição encontrados.

“Diante da omissão da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, determino que cada um dos fatos narrados seja investigado. Os casos da munição e dos lanches, por exemplo, vão ser investigados pela 34ª DP, que é a delegacia responsável por aquela área”, disse o magistrado.

Festa na prisão 

A cúpula do Comando Vermelho presa no Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste, fez uma festa dentro da cadeia assim que foi informada pelo aplicativo Whatsapp do resgate do Fat Family, na madrugada do último dia 19, de dentro do Hospital Municipal Souza Aguiar.

Há informações de que o tio de Fat Family, Edson Ferreira Firmino de Jesus, o Zaca, foi aplaudido pelos detentos. A polícia apura se ele concedeu o aval para o resgate. Zaca, que chegou a coordenar o tráfico no Morro Santo Amaro, na Glória, é condenado por homicídio e tráfico de drogas. Além dele, outros 10 traficantes da facção serão transferidos nesta terça-feira para presídios federais distintos, em outros estados. Na listagem estão Isaias do Borel e Léo da Kelson.

Bandidos invadriam o hospital Souza Aguiar para resgatar presoDivulgação

Na ação dos traficantes no Souza Aguiar, hospital de referência olímpica, o vigilante da SuperVia, Ronaldo de Souza foi baleado e morreu. Além dele, o PM Fábio Ferreira e o técnico de enfermagem Júlio Santos foram baleados. Os dois seguem internados em estado grave.

Segundo a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), os criminosos usaram, além de fuzis e pistolas, três simulacros de pistolas, deixados para trás. Imagens de câmeras da unidade mostraram que cinco criminosos com toucas ninja renderam uma recepcionista e foram até o sexto andar, onde estava Fat Family. Outros seis ficaram na entrada da unidade. 

Últimas de Rio De Janeiro