Informe: Randolfe Rodrigues foi o senador que mais gastou verba pública

Parlamentar é o autor de projeto de lei que aumenta controle social sobre gastos públicos

Por O Dia

Rio - Autor de projeto de lei que aumenta o controle social sobre gastos públicos, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi o senador que mais gastou com a Cota Para Exercício da Atividade Parlamentar, verba pública a que os congressistas têm direito.

Até junho deste ano, Randolfe gastou R$ 244 mil em passagens aéreas, consultoria, aluguel de imóveis para escritório, entre outros. Pelas normas da Casa, o senador tem direito a R$ 514 mil por ano — cerca de 42,8 mil por mês. A média mensal de Randolfe é de R$ 40,6 mil.

Irregularidades
O Tribunal de Contas do Estado condenou a ex-prefeita de São Gonçalo Aparecida Panisset a ressarcir os cofres públicos em R$ 800 mil por irregularidades em contrato com a Santo Cristo Comércio Ltda, em 2010, para compra de concreto usinado.

Que crise é essa?
Presidente da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa, Pedro Fernandes (PMDB) quer saber de onde vem a crise no Estado, cuja arrecadação subiu 9,91% em 2016, e o gasto com pessoal, 7,4%.

Conta não fecha
Pelos dados da Secretaria de Fazenda, o Estado arrecadou quase R$ 1,67 bilhão e gastou pouco mais de R$ 710 milhões. Deveria haver mais de R$ 957 milhões sobrando.

Chá com Dornelles
Falando em crise, alunos e servidores da UERJ prometem uma aula-ato sobre calamidade pública na porta da casa do governador, amanhã à tarde.

Amigos para sempre
Eduardo Paes levou, em maio, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM) para conhecer uma birosca no Cachambi. Semana passada, a convite de Maia, foi à renomada Gruta de Santo Antônio, em Niterói. Estão unha e carne.

Carnaval contra crise

Carnavalescos e diretores das escolas de samba vão ter que sambar miudinho diante da crise econômica que, claro, já chegou às agremiações. As cabeças pensantes da folia têm que encontrar as soluções para superar os problemas financeiros, se adequando aos novos tempos, encontrando materiais alternativos, profissionais menos dispendiosos, etc. Tudo isso será discutido na Carnavália-Sambacon, a única feira de negócios do setor, que começa amanhã e vai até sábado (dia 25) no Centro de Convenções SulAmérica, que fica na Cidade Nova.

Últimas de Rio De Janeiro